Maratona do Rio de Janeiro se reinventa almejando voos mais altos

Gipron marca premium de trail run chega ao Brasil
11/09/2017
Exclusivo: Maratona de Curitiba tem novo organizador
14/09/2017

Paisagens de tirar o folego como o visto no Túnel do Joá. Photo: Thiago Diz

Rio-São Paulo (Reload…) – Depois do suspense ao não abrir as inscrições para as provas do Family Run e Meia Maratona do Rio no mesmo período da Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro, como normalmente aconteceu nas edições anteriores, acendeu a luz amarela na comunidade running e especulou-se que a motivação era a criação de um Desafio especial no evento carioca. O mistério foi desfeito nesta terça-feira, 12, em almoço promovido pela Spiridon e Dream Factory responsáveis pela competição. E a comunidade acertou em parte sua aposta de um novo formato.

Entre as novidades anunciadas para a 16º edição que acontecerá em junho de 2018 é a criação do Desafio Cidade Maravilhosa que constitui do atleta correr os 21Km Meia Maratona Olympikus, no sábado, e os 42Km Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro, no domingo. Com essa alteração a prova de 42km torna-se uma maratona “pura” com percurso e chegada exclusiva. O horário da largada foi antecipado em meia hora e agora o start acontece às 7h da manhã, o que tratando-se de Rio de Janeiro, é uma ótima alteração.

Com essas premissas e novo enfoque dada a maratona, a organização espera daqui uns anos (o processo é lento e oneroso) candidatar-se ao posto de Major Marathon. Para isso, antes é necessário galgar alguns passos dentro da certificação de “permit” conferido pela Federação Internacional de Atletismo. Para integrar a World Majors Marathons é necessário o “permit” máximo da modalidade conferido pela Iaaf, que é o selo ‘Road Race Golden Label’. Em nível de Brasil, a maratona possui o Permit Ouro concedido pela Confederação Brasileira de Atletismo.

Já o Desafio Cidade Maravilhosa nasce com a intenção em criar novas formas de disputa na competição, beneficiando aqueles corredores de longa distâncias que buscam provas de maior endurance. Para participar do Cidade Maravilhosa, os interessados deverão se inscrever nas duas provas e sinalizar no site de inscrição a participação no Desafio.

Outra novidade apresentada é que a Family Run possuíra duas distâncias: o tradicional 6km e a os novos 10km, ambas disputadas no domingo, dia 3 de junho, no Aterro do Flamengo.

O executivo Duda Magalhães, diretor geral da Dream Factory, ainda lembrou da vocação da cidade do Rio de Janeiro, como sendo uma cidade que orbita na indústria do turismo e o papel que a maratona tem em movimentar a economia do Rio. Atualmente o evento tem impacto econômico na cidade na ordem de R$ 200 milhões e tem como meta alcançar a médio prazo R$ 300 milhões, e as mudanças apresentadas são ações táticas para que a estratégia seja bem sucedida.

Particularmente, gostei das alterações, o que me motivou a aceitar o Desafio Cidade Maravilhosa. Outro ponto que acredito que vá engrandecer o evento é ampliar o Desafio para três dias com o 10km na sexta, os 21k no domingo e os 42km no domingo, mas, passo a passo e sem atropelos.

As inscrições estão abertas no site oficial da competição clicando aqui.

Rio aí vou eu!

Harry Thomas Jr.
Harry Thomas Jr.
É Publisher do Blog do Harry. É jornalista especializado em corridas de rua desde 1999 quando lançou o site Maratona. Posteriormente esteve à frente dos portais Webrun e Running News. Expert em corridas tem matérias publicadas em todas as revistas de running do Brasil. Já participou de provas que vão dos 5k aos 67km na Argentina, Chile, Estados Unidos, Grécia e Japão. Além do asfalto aprecia Trail Run.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *