Corredores trocam número na Maratona de São Paulo e tiram liderança de corredora

Solonei ressurge e abocanha o título de campeão da Maratona de São Paulo
08/04/2018
Kipchoge estréia em Londres o primeiro tênis de corrida da Nike com cabedal em 3D
19/04/2018

Prova atraiu milhares no domingo - Photo MBraga Comunicações

Para quem acha que não há problema em correr com número de outra pessoa e usa do jeitinho brasileiro para tal como um mero atalho para resolver seus problemas de falta de planejamento para se inscrever com antecedência, saiba que as consequêcias podem muito ruins para quem treina sério, e que merece sim, seu lugar por mérito no pódio ou categoria.

A ultramaratonista Claudia Souto que já venceu por nove vezes os 75km Survivor Bertioga Maresias correu no último domingo a Maratona Internacional de São Paulo com o tempo de 3:27:28 e chegou na 12ª colocação no geral, mas ao ver o resultado aparecia não como a primeira amadora a completar a prova e sim como a segunda.

Pois a senhora Ticiana Damaceno Gil de Oliveira da Gama Assessoria (#3484) cedeu seu número para um homem que deixou Claudia para trás.

Infelizmente não temos o nome do rapaz (se alguém tiver nos envie por gentileza), pois tanto ele como a senhora Gil de Oliveira deveriam ser banidos da Maratona de São Paulo.

A denúncia está feita.

Vide fotos clicando aqui.

Harry Thomas Jr.
Harry Thomas Jr.
É Publisher do Blog do Harry. É jornalista especializado em corridas de rua desde 1999 quando lançou o site Maratona. Posteriormente esteve à frente dos portais Webrun e Running News. Expert em corridas tem matérias publicadas em todas as revistas de running do Brasil. Já participou de provas que vão dos 5k aos 67km na Argentina, Chile, Estados Unidos, Grécia e Japão. Além do asfalto aprecia Trail Run.

4 Comentários

  1. Ticiana Damaceno Gil disse:

    Olá Harry, não precisa fazer a denúncia, pois eu mesma já comuniquei a yescom ao ver a classificação. Em nenhum momento eu quis tomar o mérito da corredora, e inclusive já avisei a organização da prova e eles já me responderam.

  2. Carlos disse:

    Informo que todos os procedimentos foram feitos pela corredora junto a Yescom e o resultado já foi alterado.

  3. Diego disse:

    Olá, me chamo Diego e sou um frequentador assíduo de corridas de rua.

    Em relação ao rapaz que correu com o número 3484 da Sra Ticiane, pelo tempo estabelecido deve ser algum corredor muito experiente.

    Com a posição que ele chegou, deve estar no mínimo em umas cem fotos nos diversos sites de fotografias que cobriram o evento. A identificação dele será muito fácil, caso vocês tenham desejos de punilo. Uma consulta rápida nas redes sociais e pronto!

    Agora me pergunto, o que levar uma pessoa a correr com o número de outra pessoa e ainda por cima fazer questão de cronometrar o tempo na prova? Marca no app, divulgar nas redes e vida que segue.

    A prova de domingo veio com o chip junto do número, mas dava pra arrancar facilmente, então o Corredor fez de propósito, sabendo dos seus altos e agora deve assumir, se retratar.

    Não sou a favor dos pipocas e nem de passar os números, mas por se tratar de cultura, essa quebra de paradigmas ainda vai levar um tempo transitório para ser entendido e praticado nos meios da corridas, apenas acho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *