Assim nasceu on line do running brasileiro

Asics Golden Run ganha duas novas etapas em 2018
17/10/2017
Pão de Açúcar Club: ícone do running brasileiro fecha suas portas
14/11/2017

Era uma segunda-feira, para ser mais preciso há exatos 20 anos, dia 03/11/1997. No dia anterior, havia concluído minha quinta maratona, a segunda sub 3 horas.

Era um dia especial, uma maratona especial, pois além do novo PB a prova foi disputada por 58 minutos sob aquele clima que o New York Times, que acompanhava minha xícara de café, estampou em letras garrafais no caderno de Resultados da Maratona de Nova York, como: “The Torrencial Day”. Que temporal! Aliado ao forte vento e sensação térmica de 5°C, deram um pano de fundo sensacional, “ala guerreiro-superação” para a minha conquista pessoal.

Com meus 2:58:21 havia garantido a 595° posição geral entre os 32.000 finishers e um 20° lugar entre os mais de 600 brasileiros.

Naquela segunda-feira, previlegiado com a excelente localização do meu hotel (63th West Side), que estava a parcos 500 metros da arena de chegada, decidi dar uma volta no Central Park e tirar umas fotografias do desmonte da prova.

Me municío da minha câmera fotográfica com filme Fuji 400 de 36 poses e cambaleando naquela manhã de outono passei a disparar cliques da arena e seus detalhes.

Corta. Em abril de 1998 resolvo revelar o filme que me mostrava desde a mão calejada de um trabalhador braçal carregando gradis a opulência do Tavern in The Green.

Uma foto que não lembrava de ter clicado me chamou a atenção. Era de uma faixa postada em um gradil do lado direito da chegada. Escrito algo como: ‘Somos o New York Road Runners Club (criadores da prova). Acesse www.nyrrc.org’ (o “C” fazia parte da URL).

Ao deparar com a imagem, o insight foi imediato. “Como assim um site de corridas? Não existe isso no Brasil”, pensei. O passo seguinte foi dar um Cadê! (busca raiz) e não o Google Nutella, que nem existia.

O resultado da busca “Maratona”, tive  algo como: “Maratona do Amor, do Vestibular e do Beijo”. Maratona que era maratona mesmo, não havia.

O passo seguinte foi consultar o Registro.br. Domínio maratona.com.br e esse era livre pra registro

Enfim, continuamos aqui, exatos 20 anos depois traçando essas linhas tortas sobre running, trail e marathons.

Harry Thomas Jr.
Harry Thomas Jr.
É Publisher do Blog do Harry. É jornalista especializado em corridas de rua desde 1999 quando lançou o site Maratona. Posteriormente esteve à frente dos portais Webrun e Running News. Expert em corridas tem matérias publicadas em todas as revistas de running do Brasil. Já participou de provas que vão dos 5k aos 67km na Argentina, Chile, Estados Unidos, Grécia e Japão. Além do asfalto aprecia Trail Run.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *