A 23 é mais difícil que a Brigadeiro mas e dai?
01/08/2017
Prova inspirada na Badwater e na BR135 é a casca grossa de Portugal
07/08/2017

A dor do ser - Photo:Boliche Imagens

São Paulo – (A dor do ser...) – Um fato curioso e ao mesmo tempo importante para ser pensado. Com a massificação da corrida vieram pessoas a praticar o esporte de todos as facetas possíveis imagináveis. E basta colocarmos nossos tênis para imergimos em nosso mundinho, e, só falarmos de corrida. Nossos problemas pessoais ficam lá fora. Mas muito dos que entram procuram na corrida a solução para eles. E seguimos a correr …

Mas há casos, que diria, que é mais um causo da vida. A corredora relatou que não seguiu o curso normal em sua corrida na SP City. O motivo que muitos relevam mas para quem realmente convive com essa doença sabe que é cruel e aterrorizonte. Hollywood já se inspirou em muito na claustrofobia, a doença que a corredora diz possuir, e por isso, seguiu por cima a cada vez que os via até a linha de chegada.

Uma certa empatia rolou aqui neste Blog do Harry. Mas como me disse um insider. “Se a moda pega…”. Pensei em um fiscal de bike-pacer para fazer companhia. Mas a costumização dita acima custa dinheiro. Mas gostei de saber desta história, e felizmente, ao menos não creio que deva ser banida e desclassificada.

Os túneis estavam lá e para ela bastava um metro em sua escuridão que lhe valeriam segundos de horrores. Torço para quem um dia possa atravessar os medos e chegar na linha final por cima dos túneis.

E tudo ficara mais claro …

Harry Thomas Jr.
Harry Thomas Jr.
É Publisher do Blog do Harry. É jornalista especializado em corridas de rua desde 1999 quando lançou o site Maratona. Posteriormente esteve à frente dos portais Webrun e Running News. Expert em corridas tem matérias publicadas em todas as revistas de running do Brasil. Já participou de provas que vão dos 5k aos 67km na Argentina, Chile, Estados Unidos, Grécia e Japão. Além do asfalto aprecia Trail Run.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *